Dia Internacional da Síndrome de Asperger

Hoje, dia 18 de fevereiro, é o Dia Internacional da Síndrome de Asperger. 
Esse dia foi pensado para que a Síndrome tenha visibilidade pelo público geral, e as peculiaridades sejam conhecidas. A data foi escolhida pelo aniversário de nascimento de Hans Asperger, o pediatra austríaco que deu nome à síndrome.
A Síndrome de Asperger faz parte do Transtorno do Espectro Autista (T.E.A.) e afeta o modo que o indivíduo se comunica e interage com os outros, e suas características mais comuns são:
– dificuldade no relacionamento social;

– dificuldade em entender as regras não escritas;

– interpretação literal da linguagem; 

– rigidez de pensamento;

– dificuldade na empatia; 

– comportamentos rotineiros;

– hiperfoco em assuntos específicos;

– peculiaridades no discursso e liguagem; 

– hipersensibildade sensorial;

– descordenação motora;

– dificuldade na autorregulação emocional, entre outros.
Normalmente não afeta o desenvolvimento cognitivo, a maioria tem um desempenho esperado ou acima da média.
Mas o que isso quer dizer? Quer dizer que os Aspies, como são conhecidos podem parecer socialmente afastados e em alguns casos, incapazes de se comunicar; podem ter comportamentos incomuns e, às vezes, interesses específicos em que se especializa;  podem ter dificuldade em falar sobre seus próprios sentimentos ou compreender os sentimentos dos outros e linguagem corporal, tendem a evitar o contato visual e muitas vezes deixar de interagir com os outros de sua idade, por se sentirem inadequados.
Eles podem falar com pouca modulação em um tom plano e monótono. São excepcionalmente sensíveis a estímulos sensoriais – som alto, luzes fortes – um simples cinema, pode ser doloroso.
Por terem rigidez de pensamento e se sentirem confortáveis com comportamentos rotineiros, além do problema com texturas, costumam apresentar Transtorno Alimentar Seletivo – tem uma alimentação restrita, com alimentos que se sentem “seguros”. 
Sofrem, muitas vezes, com alto nível de ansiedade.
A síndrome de Asperger é mais comum do que o autismo típico. Autismo ocorre em cerca de 4 em cada 10.000 crianças e síndrome de Asperger ocorre em 20-25 por 10.000 crianças.
A causa exata da Síndrome é desconhecida mas médicos e pesquisadores acreditam ser uma combinação de variáveis genéticas e ambientais.
Muitos dizem que não há cura, e eu acredito que não há o que ser curado. Os Aspies são o que são e precisam aprender a viver em sociedade com suas características únicas, assim como todos nós.
Meu coração bate azul há 9 anos, e tenho muito orgulho dele. 💙

Manteiga derretida ou mãe só serve pra chorar! :)

Tem 3 meses que eu choro quase todo dia, escondidinha. Choro enquanto trabalho, às vezes enquanto me divirto. Choro pensando em tudo que deveria ter feito diferente pra ele, e quando projeto o quanto ele ainda vai batalhar no futuro.

Entro em sites, blogs, grupos e perfis de Facebook … vejo mães que passaram e passam pelo mesmo que eu e que me falam que “vai melhorar” e vejo outras no mesmo ponto que eu me encontro, que ama e se preocupa com o filho, sem ter a confiança que está tomando o caminho certo. Como é que elas podem me conhecer tão bem, sabendo das minhas dúvidas, dos meus medos e das minhas tristezas?

Mãe te ama, tá? E vai fazer o possível pra sua caminhada ser leve e pra que, na hora que ela estiver muito pesada, você poder contar com a gente pra dividir a carga.

 

15965573_1859941527575845_4450826581999644771_n

 

 

Doki, o meu cachorro Tazmania

Esse carinha  aí embaixo na foto, junto com o Thi, é o Doki.
Ele está aqui em casa desde março do ano passado, e passado quase um ano, eu só tenho agradecer ao nosso pequeno furacão. Sim, ele deixa a gente doido pois rouba e mastiga qualquer coisa que veja pelo chão, e sim, ele tem um problema sério com o meu sobrinho e precisa  parar de latir toda vez que ele entra aqui em casa, mas quanto bem ele fez na vida do filho.
A criança, que por seus motivos, detestava abraçar, beijar e fazer carinho, passou a ser mega carinhoso, e consegue demostrar seu afeto voluntariamente. Isso enche o meu coração de amor e minha mente de paz.
Melhor opção que fizemos até agora no tratamento do Thi, e foi totalmente sem querer, afinal ele ainda não tinha começado a ver a neuro e nem tínhamos ainda o diagnóstico, mas deixar ele se envolver com a bolinha de pelos, foi a melhor escolha que fizemos. ❤

13718760_1775885305981468_4182383463579783674_n

Fase única :)

A L’oréal me perguntou  “O que faz a fase que estou vivendo única?”

Eu realmente tenho curtido a minha idade. Tive medo de fazer 30, mas cheguei no 43 com confiança. Confiando nos novos desafios profissionais, curtindo os amigos que estão na mesma fase, e com certeza, aproveitando muito mais a minha família.

Ter passado dos 40 me deu uma nova visão de vida, e isso é que torna essa fase única. Ficar mais velha nem sempre significa envelhecer. 😉

#SouExpert #IdadeExpert e #TheInsidersBrasil

 

045330_10012017_822_header

Nova vida, vida nova.

Então, depois de 4 anos e 10 meses acomodada, resolvi tirar a poeira de cima e trocar de emprego. Mudei tudo: de empresa, de ramo de atuação, de função, de responsabilidades. Mas confesso estar gostando: de aprender coisas novas, de ter novos desafios. Sair da zona de conforto pode ser uma boa ideia.
Mas tenho estado tensa com outras coisas: período de experiência, conhecer a personalidade de cada um, aprender a lidar com as diversas novas pessoas que entraram na minha vida.  Vou aos poucos, tentando colocar a minha pedrinha aqui.
Mas curti a história de trabalhar com produtos médicos, de estar ajudando as pessoas de alguma forma.

Vamos lá.

Outra coisa, o horário é diferente. Sairei meia hora mais cedo que saía na Astech.
No momento, estou saindo 1:30 antes. Tenho tanto tempo nas mãos que mal sei o que fazer … hahaha.

Bola pra frente, que a oportunidade chegou! Hora de ser feliz com os novos horizontes!

 

tumblr_mj9emf22561rhqnt3o1_500_large

O tal do frango – Frango Assado no Leite

Mais uma vez eu fiz o frango do Leandro Gonçalves do Cozinha Pequena (link aqui), e mais uma vez não sobrou nem tempo de tirar foto. Nem a carcaça sobrou. Dessa vez, abracei e mergulhei na canela. E me arrependi de não ter colocado das outras vezes. Ficou sensacional. Ótima receita para um almoço com amigos!

 

Ingredientes:

Um frango inteiro
Sal
Pimenta do reino moída (de preferência moída na hora)
+/- 120g de manteiga sem sal;
Um pau  de canela
Tomilho fresco, lavado, com os galhos e tudo;
Duas colheres (sopa) de estragão desidratado;
Raspas de dois limões, de preferência sicilianos
10 dentes de alho, com casca mesmo;
600 ml de leite integral.

Você vai precisar de uma panela em que caiba o frango inteiro e que possa ir ao forno.

Como fazer:

  • Pré aqueça o forno à 200ºC;
  • Lave bem o frango e tempere com sal e pimenta, esfregando bem por dentro e por fora;
  • Derreta a manteiga em fogo alto e frite o frango, virando bem para ficar bem dourado toda a pele. Não tenha medo, e bronzeie com vontade o frango. Ele deve ficar com uma aparência dourado escuro;
  • Depois que estiver bem dourado, retire a panela do fogo, separe o frango e descarte a manteiga. Não é preciso lavar a panela, apenas descartar o excesso;
  • Recoloque o frango na panela, junto com todos os ingredientes, cubra bem com o leite e leve ao forno; (eu costumo ferver o alho com o leite, antes, pois acho que acentua mais o sabor do alho).
  • Ele deve ficar por mais ou menos 1:30 no forno e deve ser regado no leite da vasilha, que fica talhado, durante todo o processo.

Ele fica suculento e saboroso. Temos até público cativo para essa receita. 🙂

O que eu quero, Mario Alberto….

Eu quero falar!
Quero escrever sobre trabalho, amizades, sobre meu filho, sobre o casamento, sobre dinheiro.
Quero contar minhas receitas que deram certo e sobre os meus planos que não deram.
Falar de tudo que eu tenho medo. Das minhas inseguranças como mãe, como filha, como pessoa.
E acho que aqui é o melhor lugar, apesar das idas e vindas, são 15 anos de relacionamento já. Voltei pra ti, blog querido.
Mesmo obsoleto, mesmo sem sentido para os outros. Voltei.

Quiche de Queijo com cebolas

É o que temos para hoje! =D

image

Ingredientes:
Massa:
1 gema
1 xícara de farinha de trigo
4 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de água bem gelada

Recheio:
4 cebolas médias fatiadas em rodelas,
1 colher de sopa de manteiga
4 ovos
1 caixa de creme de leite
300g de queijo emental ralado grosso

Como fazer:
Misture todos os ingredientes da massa até que  ela fique homogênea. Enrole no filme plástico  e deixe na geladeira por pelo menos 35 minutos.

Frite a cebola na manteiga até ficar bem dourada e reserve. Bata os ovos até obter uma massa esbranquiçada, acrescente o creme de leite, queijo e a cebola.

Forre o pirex com a massa, complete com o creme e leve ao forno.

Salada da casa Olive Garden

Porque eu fui egoísta quando me passaram essa receita e a perdi, agora que achei, vou dividir com vocês, porque egoísmo é muito feio 😀

mg_3150

Para salada:

Alface romana
Cebola roxa
Azeitonas pretas
Tomate romano
Croutons
Pepperoncini (pimentão amarelo bem pequeno).

Para o molho:
1 xícara de maionese
2/3 xícara de vinagre branco
5 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de suco de limão
2 colheres de chá de azeite
1 colher de chá de salsa desidratada
1 colher de chá de “Tempero Italiano”*¹
1 colher de chá garlic salt*²
2/3 de xícara de queijo romano *³
1 pitada de Páprica doce

Lave os ingredientes da salada, deixe de molho na água com vinagre ou produto para limpeza. Lave as folhas e seque. Corte a cebora e os tomates em fatias finas, colocando os ingredientes em uma tigela funda.

Quanto ao molho, basta colocar todos os ingredientes no liquidificador, e deixar liquidificar até ter um molho homogêneo. Coloque por cima da salada, misturando entre as folhas.
Coloque queijo parmesão ralado, ao servir.

E bom apetite 😉

*¹ Tempero Italiano = Eu comprei pronto no Supermercado Zona Sul, não é barato mas por serem desidratadas, irão durar muito. Se não conseguir comprar, basta misturar na mesma proporção as seguintes ervas desidratadas: manjericão, orégano, alecrim, manjerona, coentro, tomilho e segurelha. Eu fiz as contas e comprando em separado ficava bem mais caro.

*² Garlic Salt é um sal já com alho. Tentei da primeira vez com o alho fresco, ficou bem gostoso, mas muito mais picante que o original. Quem desejar fazer em casa basta misturar 3 partes de sal com 1 parte de alho desidratado e moído. Precisa guardar em recipiente sem entrada de ar.

*³ Queijo romano é um queijo saboroso, curtido por alguns anos, mas não tão duro quanto o parmesão. Eu usei parmesão mais fresco, com a textura mais macia para sobreviver ao liquidificador.

E é isso, bom apetite! 🙂

Reflexões do Dia das Mães

“Engraçado” como a maternidade vem carregada de culpa, mesmo fazendo aquilo que me parece certo, a insegurança de ter feito ou não a melhor escolha persiste, já que de Mulher Maravilha, me falta a auto-estima.

Desde que me lembro, quando me perguntavam o que eu queria ser quando crescesse, a minha resposta era a mesma: “Mãe”. Queria ser aquilo tudo que minha mãe era: professora, dona de casa, esposa, administradora da família, estudante de Direito, e depois, advogada, concurseira e depois, concursada. Amiga e presente, apesar de todo o trabalho que ela tinha. Até hoje me surpreendo com a capacidade da minha mãe em estar presente em todos os momentos de nossa vida e ainda ter conquistado tudo que conquistou.

Foram 26 anos para que aquela menina de 7 anos até o Thiago pintar. E, durante todo esse tempo sempre me imaginei uma mãe como as mães da geração passada, mas quando eu percebi que tinha ao meu lado mais do que um pai, e sim um cara que queria ser além de meu companheiro, companheiro do filho que estava por nascer, minha cabeça começou a mudar.
Que mãe eu seria negando ao meu filho o amor de um pai? Se ele realmente se dispôs a dividir comigo todo o trabalho, todo o amor, toda a dedicação ao nosso filho, que mãe eu seria se negasse ao meu filho esse amor tão grande?

Abri mão, ainda com ele na barriga, de ser ponto fixo e único na vida dele. Optei em não alienar o pai da criação do meu filho e saímos ganhando. Claro que nem tudo foram ou são flores. Dá mais trabalho do que se imagina conseguir tirar de duas criações totalmente diferentes de duas pessoas distintas, conseguir achar um meio termo entre a doçura dos pais e a rispidez educacional, que às vezes é necessária. Como é complicado a gente não se deixar levar por compensar algum buraco do nosso passado ou falha do nosso presente, e acabar perdendo a mão com ele. E tudo isso tendo os olhos atentos do outro, para aplaudir ou puxar a orelha, dependendo do caso.

Apesar de ter certeza que para o meu filho não haveria melhor escolha, ainda me pergunto se isso foi mesmo a melhor escolha quando vejo que as amigas tem suas noites mal dormidas e o meu filho, só chama a noite pelo pai. Já doeu muito, mas sempre me convenço que é por uma boa causa, a melhor possível: a felicidade dele. Também é complicado lidar com as críticas, ainda que disfarçada, de pessoas próximas que não entendem porque o pai é tão participativo, como se fosse um crime eu não ser a mãe leoa, que defende o filhote até do pai. Daí eu paro, respiro e me lembro que essa foi uma escolha minha, uma escolha nossa, e que é apenas um dos sacrifícios que faço por ele, como foi eu voltar a trabalhar fora.

Desejo a todas as mães um feliz domingo. Que nossas decisões não sejam um fardo, e sim motivo de orgulho para nossos filhos, assim como é pra mim ter tido uma mãe sem medo de tentar novas oportunidades para dar uma melhor vida para suas filhas.

Eu sei que terei um excelente domingo, ao lado do meu filho e meu marido. 🙂

Mudar é bom

image

De vez em quando faz bem olhar pra gente e ver o que pode ser melhorado. A maioria das mudanças dependem apenas da gente tomar  coragem pra mudar e,  mesmo parecendo pouco aos olhos dos outros, pode ser um baita passo para quem está mudando de emprego,  abrindo mão de um descanso ou fazendo uma dieta.  E é sério, só a gente sabe onde o calo aperta.
Dito isso,  gostaria de avisar que irei correr 10km e que faltam 110 dias para o meu desafio.
Por causa disso, cortei a cerveja em dias comuns e estou de dieta,  pois quero perder pelo menos 5 kg até lá.
E lá vou eu…

Museu da CBF – impressões da mãe de um menino

Thiago ficou sabendo, nos pediu e hoje fomos passar a tarde de domingo no Museu da CBF, que fica na Barra da Tijuca, na sede da CBF, que fica situada à Av. Luiz Carlos Prestes, ali do ladinho do Hospital Municipal Lourenço Jorge. 

Achei que o maior problema é chegar. Se você for de ônibus, vai ter que andar muito. Se você for de carro, não tem onde estacionar. E tudo isso sem uma placa… é porque eu conhecia a rua, caso contrário, acho que não chegaria com facilidade. 
A questão do estacionamento, me impressionou. A CBF tem estacionamento e a rua é proibido estacionar. Não tem local, a não ser fazendo uma bandalha em cima da calçada do Hospital, bandalha comum feita por todo mundo que vai ao visitar algum doente, e daí você já pode perceber que mesmo sendo bandalha não é fácil de fazer, Se você for ser um cidadão 100%, vai ter como opção estacionar no Barra Shopping e ter que andar um pouco mais de 1 km até chegar a sede da CBF. É meio óbvio que aconteceu algum problema nessa negociação entre o Museu e a CBF, pois a não existe uma entrada de pedestre e por não ter “expediente administrativo” os portões ficam fechados. Por falta de vaga, demos uma volta de cerca de 2,5 km, mas eu te juro que quase fui embora para casa, pois como todos os portões que existem (de carro) estavam fechados, achei que o Museu também estavam…. Fica a dica pro Museu, sem estacionamento na Barra, e sem placas indicativas do caminho, fica difícil, muito difícil.

Compramos os ingressos, que sim não são baratos, mas vamos combinar que se você paga o ingresso pra assistir o Brasileirão, vai poder pagar sem chorar o ingresso. R$ 24,00 adulto / R$ 12,00 meia (a partir dos 7 anos e estudantes), e crianças abaixo de 7 anos são gratuitas.

 

Thiago nas escadarias...

Thiago nas escadarias…

Acho que o pessoal precisa de um treinamento melhor. Me disseram que não poderia tirar foto após entrar na exposição e fui tirar uma foto ANTES, no lobby, e tomei uma chamada deselegante (tá, ela foi educada, eu que não gosto de ser chamada à atenção por fazer exatamente o que me mandaram). Tirei 3 fotos, a da escada da entrada, em que os degraus tem os 27 estados brasileiros (e que passaram uma barra bem em cima de alguns), a que me disseram que não podia (e que que não vou publicar) e uma na saída. Outra dica é que em nenhum lugar do mundo as fotos impedem o interessado em visitar a exposição, não tiraria foto de tudo, é claro, mas o Thi ficou doido pra tirar uma foto com as 5 taças… enfim…

10494587_10152618197848249_9024505865897636594_n

O Museu é bom, mais interativo e menos histórico do que eu imagino um museu, mas os tempos estão mudando, deve ser apenas minha velhice reclamando… hahaha… Em especial vai a menção com o painel com o nome de todos que já vestiram a camisa da Seleção de Masculina que eu achei lindo demais, e a última parte interativa, com a imersão em 360ºC… amei

Os pontos negativos foram pro estacionamento/como chegar e pelo fato de só ter visto uma menção a Seleção Feminina de Futebol, na sala dos Troféus. Nem uma menção a Marta… achei bem caído. Mas acho que a culpa não é só da CBF, afinal elas foram campeãs Sulamericanos esse ano e acho que pouca gente deve saber.