Doki, o meu cachorro Tazmania

Esse carinha  aí embaixo na foto, junto com o Thi, é o Doki.
Ele está aqui em casa desde março do ano passado, e passado quase um ano, eu só tenho agradecer ao nosso pequeno furacão. Sim, ele deixa a gente doido pois rouba e mastiga qualquer coisa que veja pelo chão, e sim, ele tem um problema sério com o meu sobrinho e precisa  parar de latir toda vez que ele entra aqui em casa, mas quanto bem ele fez na vida do filho.
A criança, que por seus motivos, detestava abraçar, beijar e fazer carinho, passou a ser mega carinhoso, e consegue demostrar seu afeto voluntariamente. Isso enche o meu coração de amor e minha mente de paz.
Melhor opção que fizemos até agora no tratamento do Thi, e foi totalmente sem querer, afinal ele ainda não tinha começado a ver a neuro e nem tínhamos ainda o diagnóstico, mas deixar ele se envolver com a bolinha de pelos, foi a melhor escolha que fizemos. ❤

13718760_1775885305981468_4182383463579783674_n

Fase única :)

A L’oréal me perguntou  “O que faz a fase que estou vivendo única?”

Eu realmente tenho curtido a minha idade. Tive medo de fazer 30, mas cheguei no 43 com confiança. Confiando nos novos desafios profissionais, curtindo os amigos que estão na mesma fase, e com certeza, aproveitando muito mais a minha família.

Ter passado dos 40 me deu uma nova visão de vida, e isso é que torna essa fase única. Ficar mais velha nem sempre significa envelhecer. 😉

#SouExpert #IdadeExpert e #TheInsidersBrasil

 

045330_10012017_822_header