Agora não!

Thiago aprendeu uma nova expressão: "Agora não!" e pra ele serve pra exatamente qualquer coisa que ele não queira fazer.Muito esperto, ele aprendeu a procrastinar a tarefa desagradável por alguns minutos, ou se ele estiver com sorte, por algumas horas.

Essa semana ele parece ter dado um salto significativo na linguagem. A pronúncia das palavras está mais clara, menos tatibitati, e ele está muito mais comunicativo. Ontem quando eu cheguei do trabalho ele veio correndo me contar que tinha ficado de castigo, que foi o papai que tinha colocado ele de castigo, e o que tinha feito para ter que ficar sentado por 2 minutos numa poltrona que fica na sala. 🙂
Eu confesso que achei lindo ele vir correndo e contar.
Ele quis dividir o acontecimento comigo. Aquele menino que mal falava há uns meses atrás agora conta as experiências do dia para gente quando chegamos em casa.

Quanto a melhora eu acho que foi um combinado de coisas: há um amadurecimento da linguagem com novas palavras, verbos conjugados e frases com cada vez mais palavras. Mas eu acho que o nosso esforço de corrigir o tati-bitati está começando a surtir algum efeito. E acho fofo quando a gente corrige e ele repete com a boca bem aberta, sílaba por sílaba.
Ele fala "hipopóta" e eu corrijo: HI-PO-PÓ-TA-MO.

Ele ri, abre beeeeem a boca e repete: HI-PO-PÓ-TAAAAA

E eu acho lindo!
E não é pra achar lindo? 😉