Coisas que eu amo e são tudo pra mim…


Ontem fomos assistir “A Noviça Rebelde”, no Teatro Casa Grande.
Apesar de toda a vontade de assistir uma produção grandiosa, estava receosa, afinal é uma história que eu sei de cabo a rabo, pois acredito ser o filme que mais assisti em toda a minha vida e segundo porque eu realmente estava com medo das músicas, já que são todas em português. Na porta, eu e o João já nos divertíamos com as possíveis traduções.
Bom, daí deu a hora de entrar, Teatro bonito, novo, porém não tão confortável quanto eu imaginava. Fico tentando imaginar alguém alto como o Jones ou alto e grande como o meu pai, durante 3 horas naquelas poltronas, mas enfim, ainda assim é um bom teatro, e eu não sou técnica de som, mas a acústica estava muito boa.

Três toques, luzes apagadas, orquestra afinando, silêncio total e então começa e simplesmente só tenho uma palavra pra descrever: Fenomenal.
O cenário é maravilhoso! Perfeito e assustadoramente lindo.
As vozes são celestiais, aliás a voz da Kiara Sasso parece vinda de um sonho, e quando começaram os acordes da “The Sound of Music”, e ela começou a cantar, vi que (em grande parte) não precisava me preocupar com a música ser em português. Aliás, algumas traduções ficaram simplesmente fantásticas da gente rir de ver como é possível fazer um bom trabalho com as palavras. A única tradução que não gostei for a do “dó-ré-mi”, mas acho que é barreira emocinal, afinal num original que tem um “La, a note to follow Sew”, ter “Lá, é lá no cafundó” me pareceu, no mínimo, apropriado. O problema musical é o Capitão, que não tem nada de cantor, mas totalmente perdoável pelo resto do elenco musical.
Tio Max é perfeito, e a gente quase não estranha as cenas que não existem no filme. =P

A única reclamação mesmo é com a falta de educação brasileira e com o teatro não fazer nada a respeito. Pessoas entrando depois do inicío da peça, ou retornando muito tarde, no intervalo, pessoas sentadas nas escadas laterais, e alguém abrindo a cortina dos fundo, o tempo todo. :(((

Agora o Thiago acordou. Depois volto pra falar mais da peça.

Um comentário sobre “Coisas que eu amo e são tudo pra mim…

  1. Esse é de longe o filme que mais assisti em minha vida. Ainda tenho o LP, apesar de não ter onde escutá-lo…
    Será que vem para São Paulo? Adoraria ver a peça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.