Nhé

Os dias não andam bons.
Família, amigos, grana, trabalho. Nada que me dê um retorno satisfatório.
Ontem foi um daqueles dias em que tudo dá errado, até quase o final do dia, daí veio o Joao e salvou o que podia.
Obrigada. 🙂
As coisas parecem não me pertencer e estão todas escapulindo dos meus dedos.
Eu só fiz e falei o que eu achei que fosse o melhor.
Com boas intenções.

Pelo menos tive um colo.
Mesmo que seja de madrugada. Mesmo que você só queira só chorar. Mesmo que não resolva o problema em si, a sensação de conforto e proteção me embalou.

Dormi das 2:00 às 5:00. Depois remoí, ainda deitada na cama, as coisas que me fizeram chorar.
Minha culpa. Ainda não aprendi algumas coisas na vida e é sempre com porrada que a gente aprende.

Levantei às 7:30 para o meu dia normal, que promete ser longo e tedioso, e logo agora de manhã, bateu a vontade de chorar de novo. O tratamento que eu recebi foi seco. Seco e frio. Chorei mais um pouco, escondidinha no escritório. Patético de minha parte. E o pior é que nem tenho colo durante o dia. 😦

Mas como dizia a música: “também quem mandou …”