Love You Till Tuesday

* Vou entrar num esquema meio maluco de trabalho e estudo, uma rotina auto infligida, que se tudo der certo, vai ser por uma boa causa.

* Tive aula domingo o dia todo e saí fisicamente moída do curso. Acho que não ajudou o fato de eu ter ido dormir tarde no sábado, mas isso eu vou descobrir domingo que vem.

* Marido é nota 10. Never forget it!

Um doce pra quem souber de quem é a música do título do meu post … sem googlar. 😛

Monday, monday

Em primeiro lugar, vou dizer que a minha mão está bem melhor. 🙂
Obrigada, mesmo, todo mundo que perguntou e deu conselhos no assunto. Depois do antibiótico e do anti-inflamatório, ela está quase boa e hoje eu vou tomar minha antitetânica (aaaaaaah!).

O final de semana foi divertido e proveitoso.
Sexta a família do Joao veio aqui. Conversamos muito e eu adoro quando as crianças estão aqui em casa. Uma pena é que a Bia tenha medo do Pequeno. Ele adora crianças também.

Fomos dormir razoavelmente cedo e no sábado eu fui no hospital ver a minha mão, arrumei a casa, dormi de tarde e fiquei esperando o Jorge chegar. Ele veio de surpresa (pro Joao) pra vir comer uma pizza com a gente.
Foi muito legal. Depois fomos para o PizzaPark e aí foi só alegria.

Ontem eu tive aula das 08:00 às 18:00.
E por incrível que pareça, eu adorei minhas aulas.
Cheguei, é claro, exausta. Dormi no sofá de tanto sono.
Agora preciso trabalhar 🙂

Inteligente para caramba!

Eu fiz algo muito “inteligente” nessa quarta-feira.
Como o cofrinho de porquinho que eu tenho, não cabia moedas de um real, tentei alagar o espaço com uma chave-de-fenda, que obviamente escorregou da minha mão, fez um burraco.
Claro que ficou dolorido, mas assumi que com o passar dos dias ia melhorar. Mas tá piorando …
Vou ao médico hoje, depois que o cara do Vírtua passar por aqui.

Me desejem sorte!

ps: sonho estranho. Depois volto e conto.

Nhé

Os dias não andam bons.
Família, amigos, grana, trabalho. Nada que me dê um retorno satisfatório.
Ontem foi um daqueles dias em que tudo dá errado, até quase o final do dia, daí veio o Joao e salvou o que podia.
Obrigada. 🙂
As coisas parecem não me pertencer e estão todas escapulindo dos meus dedos.
Eu só fiz e falei o que eu achei que fosse o melhor.
Com boas intenções.

Pelo menos tive um colo.
Mesmo que seja de madrugada. Mesmo que você só queira só chorar. Mesmo que não resolva o problema em si, a sensação de conforto e proteção me embalou.

Dormi das 2:00 às 5:00. Depois remoí, ainda deitada na cama, as coisas que me fizeram chorar.
Minha culpa. Ainda não aprendi algumas coisas na vida e é sempre com porrada que a gente aprende.

Levantei às 7:30 para o meu dia normal, que promete ser longo e tedioso, e logo agora de manhã, bateu a vontade de chorar de novo. O tratamento que eu recebi foi seco. Seco e frio. Chorei mais um pouco, escondidinha no escritório. Patético de minha parte. E o pior é que nem tenho colo durante o dia. 😦

Mas como dizia a música: “também quem mandou …”

Aniversário do Joao :)

Mais uma vez chegou a hora de comemorar o aniversário do Joao Eduardo.
Sábado, dia 25, no Pizza Park do Humaitá. a partir das 20h, no salão com ar-condicionado.

Presença obrigatória e presentes opcionais (porém bem-vindos =P)

Good Morning Sunshine

Ontem foi um dia cansativo.
Acordei cedo (06:30), trabalhei na Anel Um, arrumei a casa, lavei louça, trabalhei no site do Luiz, coloquei o layout novo e estudei português por mais de três horas. Daí eu comecei a me lembrar porque eu detestava termos como: cognato, objeto indireto, oração subordinada substitantiva…. ecaaaaaaawwwwwwwwwwwww!

Também tentei cancelar o Nextel, mas como eu já postei no LJ da Vivi, somos reféns das operadoras. Quem sabe eu hoje não tenho mais sorte.
Ah, consegui achar uns torrents de excelente velocidade, mas não dá pra baixar dos que passaram ontem, por exemplo, mas eu baixei Grey’s Anatomy com uma velocidade média de 170 KB/s … yeahhh! Apenas alguns minutos para baixar a série.

Mas ontem eu baixei Heroes com 2 KB/s. Liguei para o Virtua, vem o rapaz na sexta-feira fazer manutenção, pois estou navegando beeeem abaixo do que deveria. Vamos ver se eu vou me aborrecer ou não com eles na sexta … =D

Ah, agora que eu vi onde muda o layout, vou tentar aprender a usar essa joça! 😀
Quero ficar que nem a Jana e a Beta. Que mudam de layout quando mudam de humor … hahaha

Obladi, Oblada

Ontem eu passei o dia na casa dos meus pais.
Voltei a tomar o remédio do Dr. Saul e estou um saco. Eu admito.
Ainda mais com TPM que não vai embora.

Hoje, resolvi levar algumas coisas a sério.
Acordei às 06:30. Vou acabar de trabalhar às 15:00, fazer esteira e depois estudar.

O resto eu conto depois! 😀

Bom dia, Flor do Dia!

Tava lendo a Dama e descobri que eu devo ser realmente insuportável.
Fui criada “polianamente”. Eu concordo com a Mary Poppins (aqui você já começa a ver minhas falhas … hehehe….) quer “Spoonful of sugar helps the medicine go down”.

Eu dou bom dia pras pessoas.
Desejo uma boa semana.
Do altos dos meus pulmões desejo uma “boa semana”, “bom trabalho”.

Cresci assim. Minha mãe acordava a gente cantando. Todos os dias da minha vida, enquanto ela me acordou para ir pra escola, ela estava cantando. Olhando em retrospecto, como adulta, deve ter sido uma barra, cantar e alegrar a gente durante o dia, enquanto o meu avô estava doente. Enquanto a minha irmã passava pela crise de “eu odeio os meus pais e só faço merda”, mas todo dia ela me fazia me sentir bem. Fosse cantando ou com uma alegria contagiante.

Mas hoje em dia é cada vez mais comum as pessoas acharem a pessoa feliz irritante.
Fraulein Maria e Mary Poppins são sinônimo do tudo de ruim que há na face da Terra.
Poliana, coitada, seria arrasada no mundo de hoje.

Mas não, ainda prefiro ser fora de moda do que antipática.

Janaaaaaaaaaaaa, cadê você? 😛

Nigthmare of you

::Várias::
– Ontem fui em festinha de criança. Um ano da minha priminha. Tudo muito lindo, tudo muito fofo, mas as crianças fazem uma barulheira do caramba.

– Um primo meu casa em dezembro, tá todo ansioso, parece a noiva …

– Vi umas pessoas da minha adolescência. Não eram meus amigos, mas amigos da minha prima que estavam sempre por perto. Todos casados, com filhos e cheios de cabelos brancos. Trash. Até me deprimi um pouco. 😛

– Tá um calor de cachorro-doido na rua. Sério. Cadê o friozinho de ontem de manhã? Cadê a frente-fria ou whatever que estava fazendo o clima do verão tão ameno?!?! Eu quero de volta!!! Vendo no site da Clima Tempo agora é sol na moleira, com chuvas de verão no final da tarde e a temperatura aumentando gradualmente até pelo menos, segunda-feira. Enfim, o Verão chegou.

– Aniversários amanhã e casamento no sábado. Tô com o fds cheio.

:: Pesadelo ::

O apartamento estava cheio, a gente estava com visitas. Tava a maior calhordagem, mais a Lila e o Johnny Bravo. Eu precisava levar o Pequeno na rua e fui, feliz e saltitante, e na hora de sair de casa, ao invés de pegar a minha bolsinha preta, peguei a da Lila, que era igual a minha. No meio do caminho, ela me liga (pro celular dela, que estava dentro da bolsa) para me dizer da confusão e como era hora dela ir embora, eu voltei, entrando na ruazinha que tem aqui perto. Quando eu virei a esquina tinha um ladrão escondido, debaixo do outdoor. Tão real que eu lembro do rosto dele até agora. Ele roubou a bolsa, mas o celular ficou na minha mão. Vinham descendo a rua, um cara de camisa vermelha, trazendo um labrador preto para passear e eu resolvi pedir ajuda. Gritei. Minha voz quase não saia, e eu resolvi ir atrás do bandido, pela ruazinha. Quando virei a esquina, ele estava me esperando. Me deu um tiro. Bem debaixo da minha garganta.
Eu gritava, ninguém me ouvia. NInguém me ajudava. Foi horrível. 😦

Eu morri.
Triste, né? Pelo menos eu achei.

:: Importante :: Cadê a Jana? 😀

Aliens

João tá na sala vendo “Independece Day” …

Eu não sei muito sobre alienígenas. Prefiro não saber, pois pra quem não sabe, eu tenho pavor de aliens.
Mas uma coisa eu tenho como senso comum e não baseada no meu medo:

Quando naver alienígenas se posicionam estratégicamente em cima da cada grande capital do mundo: CORRA!
Não tente fazer contato, não escreva cartazes pedindo pra eles te levarem com você, apenas corra.

Isso me parece tão lógico que eu não consigo engolir um filme onde todo mundo fica embaixo das naves (inclusive Sr. e Sra. Presidentes dos EUA) esperando a aniquilação.
Mesmo que ninguém descubra um sinal escondido na transmissão: corra!

Não precisa nenhum ato ofensivo contra os ets.
Se eles forem da paz, com o tempo você descobre. Mas se eles não forem, não vai sobrar muito tempo pra correr depois.
Faz sentindo, não faz? 😛

(tive um pesadelo horrível hoje de manhã. Conto mais tarde)

grrr

Meu icon basicamente resume tudo.

Dia chato, com chuva.
MSN chato, que não me deixa trabalhar.
Sal chato, que acabou na hora do almoço.

Estou ficando gripada e dormi mal essa noite.

Dica do dia: cuidado comigo :/