Comentaram no post abaixo que o meu blog é de pobre! 😛
Foi a “cortininha” de corações que me entregou? 😛
Te juro que daqui nem dá pra ver os imãs na porta da geladeira! 😛

Mas coisa de pobre mesmo foi a Van que eu voltei ontem … aliás, Van já é coisa de pobre … Se fosse rica eu pegaria um taxi! 😛
Tinha pagode no CD, duas senhoras professoras da rede estadual, reclamando do 13º e um cara com filhotes de cachorro.

Ah … e eu engessada!
Espetáculo! 😛

Pra quem possa interessar:

Humor melhor, tornozelo nem tanto.

Caramba, quanto tempo! 😛
Vou tentar fazer um breve update dos últimos dias … hehehehe 🙂

Vou começar de onde eu parei: Quarta-feira, fomos jantar fora, como uma forma de comemorar nosso aniversário de namoro.
Quinta, acordei cedo e fui trabalhar, com uma tremenda dor-de-cabeça que inexplicavelmente me perseguiu durante todo o final de semana, só parando ontem depois que eu me estabaquei. Provavelmente ela não passou, eu só não estou dando bola pra ela porque o meu pé dói mais 😛
Bom, então na quinta eu fui buscar a Mary no Aeroporto de Jacarépagua e tal.
Viemos pra casa e eu levei a Mary no fabuloso mundo de fazer Maratona de Supermercado de Mês com o Joao! 😛
Se você não conhece essa modalidade esportiva, deixa eu explicar. Funciona assim: O Joao entra no mercado, pega o carrinho de compras e sai correndo e você vai atrás, tentando alcança-lo e ao mesmo tento treinando arremesso de produtos à distância, tentando acertar o carrinho! 😛 É bem divertido!
Ficamos conversando, é bom ter alguém aqui pra conversar, e de noite a Priw passou aqui rapidinho pra pegar os cds e foi embora. Dormi cedo.

Sexta-feira, acordei cedinho com o Marquinhos no interfone, me arrumei e fui trabalhar! 🙂
Nada como dia de rodar turno um! 😛
Poucas ordens, pessoal empolgado! 😛
Daí na hora do almoço o Joao passou lá, trazendo o Marquinhos, a Mary e o Betão e fomos pra Oficina almoçar. De noite fui buscar o Jorge no Galeão, jantamos e eu mais uma vez fui dormir cedo. Nada demais, apenas sono mesmo! 😛

Sábado eu acordei cedo, peguei a Mary e o Jorge e fomos as compras e depois ao churrasco. Foi beeem divertido o dia todo e foi legal pacas. Ri, bebi cervejinha, me vi como há alguns meses atrás, quando eu ainda sabia me divertir! 😛 Não precisava dirigir, não precisava me preocupar com nada, estava na casa dos meus pais, cercada de bons amigos me divertindo! 🙂
Fiquei conversando até cerca de 01:30 e despenquei na cama, apaguei solenemente … pra acordar umas duas horas depois com dores de estômago porque comi carne vermelha demais! 😛

Domingo eu acordei cedinho! 🙂
Daí o Joao foi levar o Betão no Santos Dummont e eles perderam a hora porque o Aterro estava fechado e o pobre do Betão perdeu o avião! 😛
Dai a tarde, resolvemos passear pelo Rio, mostrar um pouco da beleza da cidade pros amigos paulistas e foi um passeio muito legal que incluiu a Barra, o Alto da Boa Vista, as Paineiras, o Corcovado e o Hospital Copa D’Or! 😛
Isso mesmo, a toupeirinha aqui se estabacou no Corcovado, torceu ligamentos e está de molho em casa por alguns dias, com gesso no pé, tomando remédio, totalmente entediada e com um namorado que começa a ficar de saco cheio dos meus pedidos! 😛

Espero poder tirar o gesso na segunda-feira que vem, e vou ter que fazer fisioterapia.

E no momento, queria colo …. mas pra uma segunda-feira, acho que é pedir demais 😛

E quem acredita que já se passaram dois anos?!?:))

You’ve already won me over in spite of me

Don’t be alarmed if I fall head over feet

Don’t be suprised if I love you for all that you are

I couldn’t help it

It’s all your fault

Your love is thick and it swallowed me whole

Your’e so much braver than I gave you credit for

You are the bearer of unconditional things

You held your breath and the door for me

Thanks for your patience

You’re the best listener that I’ve ever met

You’re my best friend

Best friend with benefits

What took me so long

I’ve never felt this healthy before

You’ve already won me over in spite of me

Don’t be alarmed if I fall head over feet

Don’t be suprised if I love you for all that you are

I couldn’t help it

It’s all your fault

Já perceberam como as manhães estão bonitas? (Calma, Lia, é manhães com letra minúscula! :P)

Ou será que sou eu que já me acostumei com o fato de acordar cedo e caminhar da Av. das Américas até aqui? 🙂

Não sei não! 🙂

Sei que gosto de acordar com o barulinho do dia e é bom acordar com o burburinho da escola do lado de casa …

Dai vou andando pelo Leblon, num pequeno pedacinho antes de chegar no ponto e vejo vários rostos conhecidos na rua e todos os felinos da rua. A rua tem mico e gato! E eles são alimentados pela vizinhança .. acho isso muito legal, todo mundo ajuda a cuidar dos gatinhos ali.

Dai salto nas Américas e venho andando aqui na roça, meio que pisando na lama, nas ruas de terra, meio que pensando em como o Recreio está ficando civilizado e daí tem os cheiros das flores que estão enfeitando as árvores. 😀

Adoro vir caminhando de manhã … só não gosto muito de pegar ônibus cheio agora na hora de ir embora! 😛

Tem horas que fico realmente pasma, irritada com a falta de educação do pessoal brasileiro.

Segunda-feira fui ao médico na Praça Saens Pena e fui de Metrô. Quando estava na Estação Figueiredo de Magalhães esperando o trem, percebi um menininho lindo, de uns 4 anos devorando deliciosamente um pacotinho de pipoca doce, e conforme o menino ia comendo, ele ia deixando algumas pipoquinhas cairem. Até aqui normal, nada demais, afinal ele estava com um adulto do lado (não sei dizer se era mãe ou avó) que segurava o menino pela mão.

Ele então percebeu que estava caindo pipoca no chão e se abaixou para pegar o lixinho e foi quando a suposta responsável falou: “deixa isso ai no chão, menino, nao precisa limpar não! Depois vem alguém e limpa”.

Minha cara quase caiu no chão. Tudo bem que o Metrô Rio tem funcionários que cuidam da limpeza, mas puxa, o menino estava indo fazer o que era certo, catar a sujeirinha dele pra que não ficasse ali no chão fazendo sujeira. E daí vem o adulto mal educado e diz pra ele que ele não precisa???

E é por essas e outras que a Cidade Maravilhosa fica tão suja …

Quando vou ao Centro da Cidade sempre fico irritada com isso. Tem daquelas latas de lixo cor-de-abóbora grudada nos postes a cada 50 metros e tem gente que ainda joga papel no chão ….

Incrível, não é?

Emocional x Racional:

Meu racional disse ontem a noite: uma saladinha verde com vários tomates e queijo branco.

Meu emocional disse: crepe de chocolate com farofinha doce e sorvete de flocos

Foi uma luta feroz, mas no fim o meu lado emocional foi dormir satisfeito … e alguns quilos mais gordo! 😛