Mas vocês lembram que eu tinha falado no dilema racinal x passional? Pois é, andei pensando mais nisso.

Veja só: o que eu sempre me vangloriei de ser uma pessoa emotiva é porque eu teria a oportunidade de sentir um milhão de coisas que uma pessoa racional nunca iria sentir. Eu ia sofrer, ia chorar, mas eu estaria viva, sentindo sabe? Pois é. convivo com pessoas que em sua maioria são mais racionais do que emotivas e tenho visto que a vida que eles levam é muito mais “sadia” do que a que as pessoas emotivas levam, incluindo eu.

De que me vale um surto semanal por uma coisa que eu não tenho a habilidade de mudar?

É engraçado também como é muito mais fácil ver o problema em outras pessoas do que na gente. Mas é só ser um tiquinho esperto pra saber que se aplica a gente também! Tenho dois amigos que adoro, que são movidos pela emoção quanto eu. ok .. em nívies diferentes, mas são brigões/ chorões/ exagerados como eu, e quando eu vejo eles se aborrecendo por uma coisa que não merecia tanto, vejo que talvez não seja vantagem ser tão emotivo. Tem horas em que as pessoas realmente não ligam pro que a gente pensa porque partem do princípio que é exagero … e em alguns casos realmente é.

E o que fazer com esse novo aprendizado?

Não sei, simplesmente não sei … venho há mais de um ano ser menos emotiva, mas não tenho conseguido muito sucesso nessa área! 😛

Vou continuar tentando racionalizar o que der, mas não se enganem com essa promessa. Quando acontecer alguma coisa, boa ou ruim, que seja um baque emocional na minha vida, eu vou despencar! Vou rir, chorar, me irritar! 😛