Bom dia!

Chove muito por essas bandas. Acordei por volta das 06am quando a Adriana entrou aqui no quarto para pegar a minha bolsa emprestada.

Tudo bem … faz parte do “pacote irmã”, e eu também acordo ela cedo às vezes, mas tô há horas aqui, organizando minhas fotos, documentos e mp3, porque estava tudo muito zoneado. Mas como eu perdi minha pasta de mp3, to tristinha aqui, tentando recuperar um pouquinho delas. No momento tô ouvindo Aerosmith. “Tem um buraquinho em minh’alma” 😛

Trabalhar em casa pode ser mais econômico e mais prático pra preguiça, por exemplo, eu trabalho de chinelos no calor e de pantufas no frio :P, mas tem seu lado ruim, e acho que por isso que eu fico entendiada. Não encontro ninguém. Não ando na rua. Não vejo movimento!

blergh! 😛

Sou muito mais rueira do que isso!

Acho que no fundo tenho que organizar meus dias para que eu sempre dê uma voltinha na rua. Hoje, por exemplo, eu tenho que ir nos Correios para enviar uns kits de inscrição …

Well … vou trabalhar enquanto converso com Alê pelo ICQ! 🙂

Encheram a casa de baygon e minha parte (cerca de 30%) joaninha está começando a reclamar.

Meus olhos ardem, meu corpo reclama.

Se eu morrer deixo meu computador para o Joao, meus livros pra Priw, meus CDs pro Alfredo e minhas roupas para a Dona Redonda.

O dinheiro do bingo eu deixo pra Amanda que me convenceu a ir lá!

Meus bichos de pelúcia ficam pra Mary. Menos o Tigrão que vai ser enterrado comigo…

* cof cof *