Era pra eu estar estudando espanhol … mas não estou. Na verdade fui e voltei de Angra hoje conversando com a (Santa) Priw (porque foi até lá só pra me fazer compania) e fiquei com alguns pensamentos na cabeça sobre as coisas que andaram passando como um furacão pela minha vida. A cada vez que eu repasso a maratona de coisas ditas e não ditas, mais eu tenho comigo que as coisas não ditas é que formaram os grandes problemas.

Pensei também que eu sou a primeira a não gostar de confrontos e a não falar nada … depois dessa experiência, que nem foi diretamente comigo, mas com uma pessoa que eu gosto muito, acho que vou passar a comprar a conversa, porque na maioria das vezes nem acaba em briga, mas sim evita uma confusão maior de acontecer … ou não, sei lá, vai ver realmente cada caso é um caso.

Mas o Joao, Priw, Fredie, Jones e quem mais quis ir, foram na LAN House … eu fiquei pra estudar, até porque eu não gosto tanto assim de jogar a ponto de pagar pra isso, e acho legal não ser dependente ao ponto de não ficar sem ele nem um dia … aliás, já está até virando rotina … é a segunda sexta-feira que ele me troca pelo Battlefield! 😛

Esse post está imenso, mas não está refletindo nem um décimo do que tem passado pela minha cabecinha … pelo menos dessa vez não existem minhocas mas apenas reflexões controladas (nada de surto aqui :P) sobre o meu futuro e meu presente.

Fico imaginando como o destino me fez perder pra aprender. E hoje sou grata por isso, pois sem essas perdas eu não teria melhorado, e se não tivesse melhorado, estaria perdendo o melhor da festa agora …

Sou uma mulher de quase 30 anos, não casei mas estou do lado do homem que eu amo, e aprendi lenta e dolorosamente a identificar os defeitos e vícios que me deixam pra trás e continuo lutando pra mudar e me mostrar uma pessoa melhor. Continuo aprendendo e nem sempre a lição é fácil, mas confesso que agora está valendo muito mais a pena aprender.

Tenho amigos que eu confio, estou cercada de pessoas que eu amo. E é isso …

Na verdade nem sei porque comecei a divagar sobre isso, mas foi isso aqui que saiu das minhas minhocações …fui!

Recebi por e-mail:

3 mulheres encontraram-se.

Uma russa, uma americana e uma loura (as louras não têm nacionalidade,

são universais e falam todas as línguas).

A russa diz “Nós as russas, fomos as primeiras mulheres a ir ao espaço!”

A americana: “E nós, fomos as primeiras a ir à Lua!”

A loura que não queria ficar atrás disse: “E nós as loiras, não somos, mas

seremos no futuro, as primeiras a ir ao Sol!”

“Ao Sol ?!!! Mas se forem até ao Sol morrem esturricadas!” diz a russa.

Prontamente a loura responde: ”

“Helllloooooo, nós vamos de noiteeeeee!!…”

Não dormi bem essa noite, apesar de ter dormido bem.

Sou muito ansiosa, quem me conhece sabe bem, portanto passei a noite cochilando, entrando e saindo do Alpha, pensando nas possibilidades de futuro.

Será que a minha emplogação é realmente minha por direito ou será que a minha empolgação é, por direito, de outra pessoa?

Um caso a se pensar …